R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653
direitos e deveres

10 DICAS PARA HARMONIZAR O DIA A DIA DA CASA COM CRIANÇA

Pensar em formas de harmonizar a rotina de uma casa com crianças é sempre um grande desafio.

Também passamos por este processo quando saímos da casa dos nossos pais e escolhemos como seria a nossa vida na nossa própria casa. Elegemos quais seriam as nossas regras, nossos direitos, deveres e nossa rotina a partir daquele momento. Definimos, mesmo que inconscientemente, como poderíamos fazer daquele lugar o mais feliz e harmônico com o que somos para minimizar a possibilidade de sentirmos aquela exaustão física ou mental com a nova vida.

O processo de desenvolver uma rotina harmoniosa no dia a dia da casa com criança não é tão diferente disso. É preciso começar com uma grande parceria entre pais e filhos e algumas atitudes podem ajudar.

A principal delas é perceber o quanto todos são igualmente responsáveis por fazer desse espaço um lugar confortável para se viver.

O que tenho sentido é que o medo, insegurança e culpa dos pais, faz com que as crianças de hoje tenham muitos direitos, mas os deveres aparecem com uma força muito menor. Talvez a postura dos pais deixe pouco claro quais as regras da casa, os valores que acreditam e quais os direitos e deveres de todos em cada novo momento vivido pela família.

O adulto é aquele que ajusta o equilíbrio entre esses dois movimentos que caminham juntos. Concede os direitos, mas também acompanha a criança com os seus deveres. O desafio é trazer essa ação como algo natural, que faz parte da vida dentro e fora de casa. Para isso:

1. Utilize um discurso acolhedor e confiante;

2. Crie rotina, estabelecendo horários para diversão, alimentação e deveres em geral (acordar, dormir, tomar banho, escovar os dentes, estudar e etc);

3. Proponha regras objetivas e pertinentes à idade da criança;

4. Evite ameaças e comparações;

5. Mantenha o tom de voz sereno;

6. Evite dar presentes em troca de atitudes solicitadas, apenas valorize e reforce o que é positivo;

7. Lembre-se que toda fala pede uma ação firme e coerente com o que foi dito;

8. Cumpra o que foi combinado;

9. Pratique o pedir e o receber;

10. Não se culpe.

Independente da idade do seu filho, inicie sua prática e tenha uma vida plena.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta