R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653
mae-cansada

2 DICAS PARA QUANDO PARECE IMPOSSÍVEL EDUCAR OS FILHOS

Em algum momento na educação dos filhos, pode ter passado na cabeça dos pais uma vontade de “desistir de educar”, “que é muito difícil, então, deixa que a vida ensina”. Mesmo que na maioria das vezes você sinta que está fazendo o melhor trabalho com o pequeno, pode ser que algum dia venha essa sensação de que está muito pesado ser pai ou mãe.

Isso acontece porque educar é realmente um grande desafio, existem muitas preocupações e duvidas sobre o desenvolvimento de uma criança que podem gerar essa sensação de tristeza e peso nos ombros. Nós também somos os responsáveis por criar a próxima geração de pessoas que vão habitar o mundo e isso pode ser assustador. Todos nós, educadores, sentimos essa pressão e quando sentirmos que não estamos fazendo o suficiente para os pequenos, é importante lembrar duas coisas:

1 – As crianças aprendem a ser resilientes

Como mãe e pai, você quer prevenir o seu filho de sofrimento. Sentir que ele está sendo prejudicado de alguma forma, pode ser doloroso para você, como se o seu coração estivesse em pedaços, eu sei, porque também me sinto assim. Mas, é impossível protegê-lo de todas as injustiças que acreditamos que existe no mundo. E tudo bem!! Na vida nem sempre é fácil, e todos nós encontramos situações desafiadoras, as crianças também. Isso significa que pequenos “erros” ou contratempos são grandes oportunidades para aprendermos.

O nosso desafio é exatamente esse, ensinar a resiliência. Muitas vezes, não conseguiremos evitar que coisas desagradáveis aconteçam, mas podemos ensiná-los a perceber a capacidade que têm para lidar com essas situações.

Para se tornarem resilientes precisam saber que tem um adulto em sua vida que acredita neles e os ama incondicionalmente.

Você é essa pessoa! Aquele lugar seguro para seu filho se apoiar quando precisar. Até quando você não sabe o que fazer, apenas se mostrar presente. Mesmo sentindo que está falhando, lembre-se que assim você já está dando a coisa mais importante que ele precisa para se desenvolver: o amor.

2 – Tudo é aprendizado

Quando as decisões e atitudes que temos na educação das crianças vêm de um lugar de amor, elas vão se lembrar disso. Nas recordações da infância estarão os hábitos da família, os momentos juntos e as suas palavras. Podem esquecer o que você fez ou disse, mas se lembrarão de como as fez se sentir.

Faça uma pesquisa interna com você mesmo e observe o que se lembra sobre seus pais. Certamente, está na sua memoria, como eles te tratavam e como se sentia na presença deles.

Nos momentos que as crianças se comportam de uma maneira inadequada, porque nós as colocamos naquela situação, podemos sempre pedir desculpas e fazer diferente nas próximas vezes. Ter uma conversa aberta sobre a situação e reestabelecer a conexão de segurança com elas.

Cada situação, boa ou ruim, é uma nova chance de reajustarmos a educação dos pequenos e auxiliar para que os limites de cada um seja respeitado, nos tornando flexíveis e capazes de tomar boas decisões.

Com amor,

Ana Flávia Fernandes

Posts Relacionados

Deixe uma resposta