R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653
camiseta da uniao

A CAMISETA DA UNIÃO FUNCIONA?

Nos últimos dias circulou nas redes sociais uma foto da “Camiseta da União”, uma proposta para resolver os conflitos entre irmãos. O que me chamou a atenção foi uma grande quantidade de pessoas manifestando a vontade de adotar esse método em casa. Mas, será que funciona e o que pode gerar na cabeça dos pequenos?

A idéia da camiseta é fazer com que os irmãos que estão brigando permaneçam juntos, dentro de uma mesma camiseta. Para deixar de usar a camiseta é preciso pedir desculpa, dar abraço um no outro e falar “Eu te amo”.

Vamos fazer um exercício de empatia para entendermos melhor essa situação. Imagine que você brigou com o seu marido, sabe que fez algo que não deveria, pois ele também ficou bravo com você e, por isso, estão brigando. Estava com raiva e falou alto com ele, mas, naquele momento, você de fato estava odiando o seu marido. Então, vem aquele seu amigo que gosta muito de vocês e obriga a vestirem a camiseta da união, pedirem desculpas, se abraçarem e dizerem que se amam, mesmo que nada daquilo seja verdadeiro para você, naquela hora.

O que você está pensando e como está se sentindo? Resolveu o conflito com o seu marido ou adicionou mais um motivo para sentir raiva dele?

No caso dos irmãos essa estratégia é ainda mais cruel, afinal de contas, são do mesmo sangue. Com o tempo, essa regra silenciosa do “nunca odeie o seu irmão”, pode virar rancor. Pois, toda vez que sente raiva do irmão e não consegue expressá-la, geralmente, por medo de ser repreendido pelos adultos, tudo isso vai se somando e transformando em rancor.

Outra coisa que a camiseta da união pode ensinar é que os irmãos não podem discordar ou ter opiniões diferentes. Se quiserem expressar suas emoções um para o outro, os pais podem ficar bravos e colocá-los na camiseta, o que seria humilhante, então, precisa ser de forma que eles não percebam. Ensina a criança menor a se submeter a vontade da criança maior para não despertar a raiva dos pais. O que faz a criança maior entender que pode intimidar a menor a fazer o que ela quiser. Assim, ensinamos que as pessoas conseguem o que querem quando usam seu poder ou força para controlar outras pessoas.

A maioria de nós não recebeu a educação de como resolver conflitos de forma pacífica. Por isso, pode ser difícil ensinar as crianças a usar ferramentas de empatia, comunicação, negociação e resolução de conflitos. Talvez seja necessário fazer as pazes com o passado, revisitar a relação que tivemos com os nossos irmãos para daí sim ajudarmos as crianças a lidarem com conflitos.

Briga entre irmãos é algo desesperador, mas existe uma postura para ajudar as crianças a agirem de forma respeitosa em uma situação de desacordo, ensinando habilidades para resolverem o conflito. Para isso é necessário sentar com as crianças, ajudar cada uma expressar para a outra o que a deixou chateada, para que ambas se sintam ouvidas. Auxiliar cada uma ver o lado da outra para que desenvolvam a empatia e mediar um debate para que elas encontrem uma solução aceitável para as duas.

Sei que pode soar trabalhoso e nem sempre temos tempo para agir desta forma. Mas, acredite, quando usamos essa abordagem regularmente, as crianças aprendem rapidamente a negociar, dividir, cooperar, trabalhar em equipe e as brigas diminuem.

Com amor,

Ana Flávia Fernandes

Posts Relacionados

Deixe uma resposta