R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653
verdade_mentira

A VERDADE SOBRE A MENTIRA

A mentira é uma característica da natureza humana que desperta muita curiosidade. A grande verdade sobre a mentira é que na maioria das situações, o desconhecimento e o amor aparecem como papel de fundo.

Muitos pais justificam seu desconhecimento diante de algum assunto dizendo “Não estou mentindo, estou omitindo uma informação para respondê-lo quando estiver mais velho para entender sobre isso”.  Geralmente, os pais deixam o assunto pairando no ar e nunca mais respondem a duvida do filho.

Os filhos por sua vez, usam a mentira como ferramenta de criação, dando vida à sua imaginação dizendo “Mãe, eu estudei, mas a professora fez uma pergunta que era pegadinha na prova“. Ao invés da verdade afetiva preferem mentir, a perder a confiança dos pais.

Note que nas duas situações havia um amor excessivo a ponto de evidenciar o medo de perder a confiança do outro ou ainda o medo secreto do isolamento(ficar sozinho).

O maior sinal para identificar se o seu filho está mentindo, talvez seja se perguntar como você reage quando ele fala a verdade. Se você é uma mãe ou pai excessivamente repressor e punitivo a probabilidade dele estar mentindo é alta. Ele sabe que sempre que fala a verdade, você costuma não lidar bem com ela. Se você o pune sem explicação, não batem papo, evitando se colocar do lado de seu filho com algo que pode ser um problema pra ele, não apenas uma mentira boba, você acaba abrindo espaço para que ele continue mentindo. Por isso, é importante criar uma relação de confiança, em que você utilize seu amor na medida certa, assim você equilibra sua autoridade e parceria com seu filho.

Vale a pena ser verdadeiro, isso fortalece a relação entre vocês e aumenta a autoconfiança das duas partes com outras pessoas também. Lembre-se pais que mentem, ingenuamente ou não, autorizam a mentira dentro de casa.

Pais, na pior das hipóteses digam apenas: “Eu não sei sobre isso que está me perguntando, mas vou procurar saber e depois conversamos”.

Filhos, na pior das hipóteses digam apenas: “Tenho medo de dizer a verdade e te decepcionar, mas me comprometo a pensar sobre as consequências que minhas atitudes podem causar”.

Cumprir com o combinado sempre será o melhor caminho para fortalecer o amor e a confiança.

Com amor,

Ana Flávia Fernandes

Posts Relacionados

Deixe uma resposta