R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653
escovando os dentes

DESENVOLVENDO O HÁBITO DE ESCOVAR OS DENTES

Comumente, recebo duvidas de pais e mães sobre a hora do filho aprender a escovar os dentes. Ensinar a criança desde cedo a ter hábitos obrigatórios como este é um processo que faz parte do crescer e deixar o pequeno crescer. Algo que exige muito amor, paciência, disponibilidade e treino.

O processo inicial do aprendizado de hábitos obrigatórios são marcados por um momento de desconforto e muitas vezes confundido com sofrimento. E quando olhamos para esse momento e entendemos que ele é de forte sofrimento, faz com que esse processo fique ainda mais difícil de ser atravessado. A idéia de que está muito desconfortável, mas que isso vai passar e essas etapas serão vencidas, abre espaço para encontrarmos crianças responsáveis, que se preocupam com a sua saúde e são felizes.

Neste percurso, temos dois caminhos. Um de encarar esses momentos como algo muito ruim, muito difícil e outro de encará-los como oportunidade para o crescimento de todos, principalmente do filho. Ele cresce em direção a autonomia, no rumo de todo o seu desenvolvimento físico e emocional saudável.

Então, para aprender a escovar os dentes, um caminho que gosto muito é o de brincar com estes hábitos obrigatórios para deixar a rotina mais leve e prazerosa.

Dizer “se não escovar os dentes, vai ter cáries” é pouco eficiente, por que ainda não está claro na cabeça da criança as relações de causa e efeito. Esta afirmação pode dar ao filho a responsabilidade de decidir por si mesmo se quer ou não escovar os dentes. Ainda é pequeno demais para entender as conseqüências desse tipo de ação e arcar com elas. Nosso desafio é organizar sua rotina, combinar os horários que os dentes pedem banho e acompanhar este processo.

Por serem pequenos, tendem a fazer somente aquilo que dá prazer. Se ficar chato, é natural que a criança se recuse a fazer, por isso a importância de aprender brincando.

Crianças de até 6 anos ainda não tem toda a coordenação motora desenvolvida para escovar os dentes sozinha. O melhor que os adultos podem fazer é comportar-se como gostariam que a criança o fizesse. A mãe e o pai devem mostrar como usar a escova e também o fio dental. Geralmente, se o adulto escova os próprios dentes na frente da criança, ela escova também. Em tom de brincadeira, vá orientando a escovação: escova para cima, agora para baixo, em circulo, de baixo pra cima, etc.

Se a criança encara esse momento com maus olhos, os pais deverão se dedicar um pouco mais a esse assunto. Certamente a criança não achará um momento prazeroso, se a pessoa que escova seu dente o faz com pressa. Ensinar essa prática em um momento que está atrasado ou de saída para o trabalho, é praticamente desastroso o aprendizado. No fim de semana, com tempo e disposição, mostre como escovar os dentes pode ser um agradável. Dê liberdade para o pequeno tentar sozinho e apenas guie seus passos.

A criança que sente que os pais acreditam que ela consegue escovar os dentes sozinha, fica satisfeita e confiante de que vai passar por mais este desafio.

É importante que os adultos saiam do estado de: meu filho não quer escovar os dentes, tomar banho e se importar com a higiene dele.

É preciso criar este hábito como todos os outros que são obrigatórios e isto não é algo que nós nascemos sabendo e gostando de fazer. É um processo construído, os passos serão dados aos poucos e os resultados nem sempre são percebidos na hora, mas serão observados ao longo do tempo.

Com amor,

Ana Flávia Fernandes

21 de novembro de 2013
||||

Posts Relacionados

Deixe uma resposta