R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653
engatinhar, sentar e andar

INFÂNCIA: 1 A 2 ANOS

Esta é a fase em que o bebê desperta rumo à autonomia.

Desenvolvimento físico

  1. Apesar do pouco equilíbrio e fortalecimento muscular das pernas, consegue andar e se manter em pé com mais segurança. No inicio, anda com os braços para cima buscando mais equilíbrio, com o tempo, vai baixando os braços.
  2. Por volta dos 15 meses, começa a imitar o adulto em algumas tarefas do dia a dia como segurar o talher.
  3. A partir dos 18 meses, surgem os dentes de leite.
  4. Devido a prática, consegue segurar um objeto, manipular e passar de uma mão à outra. Neste processo, começa a alimentar-se sozinha.
  5. Por volta dos 20 meses é capaz de transportar um objeto nas mãos enquanto caminha.
  6. Mesmo que um pouco desajeitado, também é capaz de colocar e tirar suas roupas.
  7. Começa o processo de aquisição do controle da bexiga e intestino, possibilitando a saída das fraldas para o penico.

Desenvolvimento da linguagem

  1. Sua linguagem está se aperfeiçoando e, de modo geral, as crianças com 1 ano falam em média de 6 a 10 palavras.
  2. Imita sons e palavras ouvidas com mais freqüência.
  3. Consegue entender mais palavras do que falar. Como não consegue expressar verbalmente tudo o que pensa, a frustração dá lugar à raiva e a raiva gera a birra, como forma de comunicação.

Desenvolvimento cognitivo

  1. Com o tempo e estimulo a compreensão aumenta, conseguindo apontar o dedo para identificar pessoas, animais e objetos.
  2. A partir dos 18 meses, a constância dos ensinamentos, ajudam o bebê a compreender e atender aos pedidos dos adultos como, por exemplo, abrir a boca e não bater.
  3. Com a repetição das atividades, o bebê desenvolve a capacidade de memorizar e entender a seqüencia dos acontecimentos da sua rotina.
  4. O bebê acredita que tem o poder de transformar em realidade todas as suas idéias e desejos. As brincadeiras de faz de conta auxiliam a compreensão dessa diferença entre o que é real e o que não é.
  5. Neste período é comum viver o egocentrismo. Somente ela e seus desejos são importantes no mundo.

Desenvolvimento social

  1. Um de seus passatempos é jogar objetos no chão com a finalidade de brincar. Quando alguém pega e lhe devolve, o bebê joga novamente para continuar a brincadeira.
  2. Observa e reproduz o comportamento das pessoas que lhe são familiares, na tentativa de interagir com elas.
  3. A interação com outras crianças ainda é limitada e suas brincadeiras são de pegar o brinquedo de outra criança, não querer devolver e não querer emprestar o seu.
  4. Outra forma de interagir é através da oposição e negativismo: “não quero”, “não gosto” e “não vou”.

Desenvolvimento emocional

  1. Desenvolve o sentimento de posse em relação às coisas e pessoas próximas, sendo difícil compartilha-las.
  2. Manifesta o desejo de controlar e dominar o ambiente.
  3. Aparecem de forma intensa alguns impulsos como: aquisição (pega tudo, quer tudo, tudo é dela); agressão (morde, bate, chuta) e sexual (durante o banho, explora as sensações produzidas pelo seus órgãos genitais). Esses comportamentos representam o inicio da compreensão dos limites, consciência corporal e emocional (quando pode desenvolver a empatia – capacidade de pensar como os outros se sentem).
  4. Está mais sensível à aprovação/desaprovação dos pais.
  5. O bebê desenvolve a intuição sobre o ambiente emocional que vive. Mesmo que não o compreenda, percebe os estados emocionais de quem está próximo dele, principalmente dos pais.
  6. Aprende a confiar no outro, quando recebe carinho, atenção e limites claros.
  7. A repressão/punição dos adultos diante das dificuldades do bebê em desenvolver essas habilidades, podem estimular a vergonha ou a duvida sobre si mesma e suas capacidades.

Com amor,

Ana Flávia Fernandes

Posts Relacionados

3 comments

Oi Ana, tudo bem?
Poderia me recomendar alguns livros que tratem sobre as raízes das emoções situações que desencadeiam e seus reflexos na vida adulta?
Desde já lhe agradeço e parabéns!

Cinthia Castro Torres
Psicóloga
(71) 982417832

Oi querida!!! Tudo joia!?

Um livro que pode te ajudar bastante é o da Helen Bee – A Criança em Desenvolvimento. Acho ele incrível!! Espero que goste tbm!!!

Beijos!!

Deixe uma resposta