R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653
meninas brincando

INFÂNCIA: 4 A 5 ANOS

Esta é a fase em que a criança precisa de estímulos para continuar buscando as respostas de suas curiosidades.

Desenvolvimento físico

  1. Ocorre um rápido desenvolvimento muscular e alteração das proporções do corpo.
  2. Forte atividade motora que possibilita o maior controle dos movimentos.
  3. É capaz de fazer uma refeição, vestir roupa, escovar os dentes e cabelos com pouca ajuda. Mesmo que ela faça uma pequena bagunça ou você tenha vontade de ajudar a criança, evite reclamações e fale sobre o seu orgulho com o esforço dela em fazer essas coisas sozinha.

Desenvolvimento da linguagem

  1. Seu vocabulário é composto por duas mil palavras, manifestando cada vez mais seu interesse pela linguagem.
  2. Reconhece algumas letras do alfabeto e pode identificar seu nome escrito.
  3. Por volta dos 54 meses consegue escrever seu nome e dizer seu nome completo, endereço e telefone.
  4. Articula vogais e consoantes, construindo frases estruturadas.

Desenvolvimento cognitivo

  1. Início da curiosidade pelos órgãos sexuais, pelas diferenças sexuais e temas como nascimento e morte. As perguntas são formas para descobrir mais sobre o mundo, então é natural que elas se tornem cada vez mais freqüentes conforme o desenvolvimento dos pequenos. Transmita as informações com os princípios do respeito. Veja mais AQUI.
  2. Compreende conceitos de números, formas e espaços: “mais”, “menos”, “maior”, “menor”, “redondo”, “macio”, “dentro”, “fora”, etc.
  3. Compreende ordens com frases negativas.
  4. Reconhece a diferença entre fantasia e realidade, compreendendo que desenhos e símbolos podem representar objetos reais.
  5. Ainda com pensamento egocêntrico, quando estimulada a pensar e viver as conseqüências, a criança é capaz de considerar o ponto de vista do outro e esforçar-se para adaptar a comunicação às necessidades de quem ouve.  Veja mais AQUI.

Desenvolvimento social

  1. Amplia suas relações sociais quando visita casa de amigos dos pais e freqüenta a escola ou locais onde tenham outras crianças.
  2. Para aumentar essa interação a criança propõe atividades, se antecipando para iniciar uma tarefa da casa ou rotina diária. Apresenta-se, brinca junto, conversam e cria um vinculo de amizade.
  3. É capaz de aprender a dividir, aceitar regras e respeitar a vez do outro.

Desenvolvimento emocional

  1. Mesmo com a dependência dos pais, inicia-se um esforço pela autonomia: quer escolher suas roupas, tomar banho sozinha, fazer atividades da casa e envolver-se rapidamente em atividades sociais.
  2. Nesta fase a criança tende a ver os adultos( aqueles que tem uma maior conexão afetiva) como modelos, imitando os comportamentos, valores, atitudes e formas de reagir.
  3. Surgem os amigos imaginários. Veja mais AQUI.
  4. Freqüentemente, testa o poder e os limites dos outros.
  5. Vive constantemente duas extremidades emocionais. Por exemplo, age desafiando o outro e logo depois se mostra envergonhado.
  6. Apresenta uma confiança crescente em si mesma e no mundo.
  7. Por volta dos 54 meses desenvolve aspectos relacionados à moral, expandindo sua consciência do que é adequado ou não. Pode culpar os outros pelos seus erros, por ter dificuldade em assumir conseqüências de seus comportamentos. Neste sentido é importante oferecermos condições que a criança possa testar sua iniciativa, vivendo os efeitos de suas ações.
  8. Devido a essas transformações, podem surgir os pesadelos.

Com amor,

Ana Flávia Fernandes

Posts Relacionados

1 comentário

[…] 2 A 3 ANOS INFÂNCIA: 3 A 4 anos  INFÂNCIA: 4 A 5 ANOS INFÂNCIA: 5 A 6 ANOS Com amor, Ana Flávia Fernandes var dd_offset_from_content = 40;var […]

Deixe uma resposta