R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653
recem nascido

INFÂNCIA: DO NASCIMENTO AOS 6 MESES

Esta é uma fase de rápido crescimento e desenvolvimento do bebê, ele muda mês a mês.

Desenvolvimento físico

  1. Processo de fortalecimento gradual da musculatura e do sistema nervoso central. Os movimentos bruscos e descontrolados, dão lugar a um controle progressivo da cabeça, tronco e membros.
  2. No 1º mês dorme a maior parte do tempo e apresenta reflexos como sugar e agarrar.
  3. A partir do 2º mês consegue diferenciar os sons. Acompanha visualmente o deslocamento de coisas e pessoas. Sorri em resposta a outro sorriso.
  4. 3º mês diferencia as cores e reage aos sons e às alterações do tom de voz das pessoas. Consegue dormir a noite toda.
  5. Por volta do 4º mês levanta a cabeça e a mantém equilibrada. É capaz de segurar com firmeza um brinquedo.
  6. No 5º mês reconhece a própria imagem no espelho e se alegra com isso. Quer ver, tocar, saborear e cheirar tudo o que estiver ao seu alcance.
  7. Entre o  4º e 6º mês já tem grande sensibilidade para esticar os braços, pedindo colo e chorar quando quer saciar suas necessidades.

Desenvolvimento da linguagem

  1. O choro é a primeira forma que a criança aprende para se comunicar.
  2. Ao nascer o bebê apresenta diferentes tons do choro para fome, sede, frio, dor e manha.
  3. Aos 3 meses balbucia alguns sons, faz ruídos com a garganta, estala o céu da boca e brinca com os lábios.
  4. A partir dos 4 meses imita alguns sons e reconhece o “não”.
  5. Por volta dos 6 meses compreende algumas palavras, o nome dele, “mamã”, “papá”, direcionando a cabeça para quem o chama.

Desenvolvimento cognitivo

  1. O bebê desenvolve sua inteligência e conhece o mundo através dos sentidos.
  2. Usa habilidades inatas (visão, paladar, tato, audição e olfato) para reagir ao ambiente que vive.
  3. Neste processo aprende que toda atividade desenvolvida tem um objetivo final.
  4. Entende que pode se adaptar a novos estímulos conforme suas necessidades.

Desenvolvimento social

  1. Por volta dos 4 meses consegue reconhecer as pessoas mais próximas, o que influencia a forma como se relaciona com elas, tendo reações diferenciadas.
  2. Gosta de conviver com outras crianças e adultos.

Desenvolvimento emocional

  1. Neste inicio de vida o vinculo afetivo é um dos mais importantes para a criança aprender como o mundo pode ser um lugar bom e agradável de se viver quando sabe lidar com suas emoções. Isso acontece através dos cuidados e das frustrações que os pais lhe proporcionam.
  2. A criança sinaliza o que está vivendo através do olhar, choro, sorriso, movimentos e barulhos. Cada um indica uma coisa diferente, mas todos eles buscam a intimidade consigo mesmo e/ou com os outros.
  3. Sente medo quando ouve barulhos altos ou inesperados, objeto, situações ou pessoas estranhas.
  4. Neste período do desenvolvimento o bebê é puro impulso, um consumidor insaciável de experiências. Então é natural querer ver, ouvir, tocar, saborear e cheirar tudo e ter uma gratificação imediata de suas necessidades. A primeira gratificação é oral, por isso coloca tudo a boca. Com o tempo e os limites colocados pelos pais, surge a noção do “eu agüento esperar e sobrevivo a isso”.
  5. A qualidade, coerência e constâncias dos pais e limites às expectativas do filho, serão os norteadores para sua sensação de autoconfiança. Os sinais de que ela está adquirindo essa confiança aparecem na facilidade com que dorme, se alimenta e se relaciona com as pessoas. Por exemplo, quando deixa a mãe se afastar sem demonstrar medo, ansiedade ou raiva intensa.

Com amor,

Ana Flávia Fernandes

Posts Relacionados

1 comentário

Deixe uma resposta