R. Antônio de Barros, 2391 - São Paulo/SP
(11) 2925-5653

QUANDO AS CRIANÇAS MORDEM E BATEM: COMO AGIR

Os confrontos entre as crianças pequenas – de 1 a 3 anos e de 3 a 5 anos, por exemplo – são naturais para que elas encontrem soluções para lidar com as dificuldades dos relacionamentos, mesmo que sejam pontuais. É um exercício muito rico e importante para desenvolver a interação, o autoconhecimento e a autonomia dos pequenos.

O grande desafio aparece quando as crianças brigam e trocam agressões verbais e/ou físicas (como empurrões, puxões de cabelo e mordidas). Muitas vezes, essa é a forma dos pequenos pedirem ajuda, e esse pedido acontece porque as crianças vivem o processo de individuação, ou seja, surge a necessidade de se perceberem únicas para si mesmas e para as pessoas significativas para elas.

Continue lendo AQUI

Com amor,

Ana Flávia Fernandes

Posts Relacionados